Autoconhecimento e traquejo

09/03/2018
Gabriel Souza foi 1º lugar em Engenharia Mecânica/UFC

Gabriel Souza e Silva é quem encerra a série de perfis com alunos do Colégio Santa Cecília aprovados no ENEM 2017.  Ele atingiu a maior nota do ENEM na Escola. Está de bem com a vida, de bem com o resultado do seu esforço, 1º lugar em Engenharia Mecânica na UFC, com as escolhas que fez, com as novas possibilidades que se abrem, com as aulas na Engenharia. “Sempre achei que gostaria de trabalhar na indústria automotiva, agora vejo que há possibilidade de desenvolver  outros  tipos  de  máquinas. Mas não tenho pressa,  estou  no  primeiro  mês  de aulas, vou encontrar o meu  caminho”.

Ele fala com o traquejo de quem é bom na autopercepção.  O 3º ano foi o período em que mais estudou, mas também em que mais fez amigos. Desenvolveu seu próprio método: “Eu sabia que precisava ter uma válvula de escape em um ano tão difícil. Estar com os meus amigos, andar de skate, fazer atividade física eram algumas compensações para descansar a cabeça. Para mim, não adiantava assistir a sete aulas e, ao chegar em casa, emendar nos estudos. Então, o que eu fazia: dormia ou ia à academia à tarde e só retomava os estudos das 18 às 23 horas”.

A familiaridade com os números vem desde criança. Gabriel nunca teve medo dos cálculos, das equações matemáticas. Sagaz, ele focou na redação, o que praticava pelo menos duas vezes por semana, e foi percebendo sua evolução. “Gostei do tema deste ano porque focava na educação para surdos. Quando o tema é muito abrangente, fica difícil desenvolver em uma redação”. O tempo sempre foi o seu maior desafio. Ele foi o último a entregar as provas nos dias de ENEM.

Gabriel estudou no Colégio Santa Cecília do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio. Veio da Escola Casa da Tia Léa, onde passou a infância escolar, é filho de professora. Em casa, nada de pressão. Os pais sempre disseram a ele que escolhesse a profissão que o fizesse mais feliz. Com dedicação, chegaria onde quisesse. “O Santa Cecília é uma escola de acolhimento, como foi dito tantas vezes. É como uma mãe. O mais importante disso é que não há competição entre nós, nem no 3º ano, são uns ajudando os outros”.

Fácil perceber sobre o que ele está falando. O primeiro perfil da série foi de Adriel, aprovado em Engenharia Civil, grande parceiro do Gabriel nos estudos e nos rolés de skate. Ao final da entrevista, Adriel perguntou: “E o Gabriel? Você já ouviu o Gabriel?”