Encerramento do Brincarte

Portas abertas para as famílias e o que veio depois foi beleza e diversão.
07/10/2019

A exposição de encerramento do Brincarte é como entrar em um parque de diversões bem mais especial que todos os outros porque feito pelas crianças, educadores e famílias. Nesta edição, o convite era adentrar no mundo mágico de Monteiro Lobato, nesse clássico tantas vezes recontado, o Sítio do Picapau Amarelo.  

No dia da montagem dos trabalhos das crianças, o clima era de invenção e alegria. Um trabalho tecido manualmente, com muita cooperação, gargalhadas e, de repente, o cenário vai se transformando. Umas vão montando um quase bordado, outras improvisam dando verossimilhança aos animais do sítio, alguém carrega a escada, muitos ornamentam o parquinho.. Assim, o Sítio vai ganhando corpo, nos transportando ao clima de fazenda, de fábulas mágicas.

A exposição é resultado de dias de pesquisas, brincadeiras e aprendizados, enquanto brincam as crianças aprendem e vive versa. Chega então o grande dia da mostra, portas abertas para as famílias e o que veio depois foi beleza e diversão. “Foram experiências éticas e estéticas, de belezas naturais e alegrias contagiantes, "coroadas com as mais belas pérolas do mar", celebra Mara Godinho, do Serviço de Orientação Pedagógica da Educação Infantil.

Notícias Relacionadas

Os sabiazinhos do Infantil 3 A voaram para todos os lados, levando encantamento pela vida.
O movimento e a alegria marcam os encontros dos professores com as crianças.
Diversas aprendizagens sobre o tempo, a espera, as transformações, a natureza e seus...