Redação do ENEM 2021

A professora de Redação do 3º ano do Ensino Médio, Flávia Radeke, comenta a prova e seus desdobramentos.
23/11/2021

A Redação é sempre o tema mais comentado nas provas do ENEM e também o que mais provoca ansiedade na maioria dos candidatos que enfrenta o concurso para garantir uma vaga na universidade pública. A equipe de Redação do Colégio Santa Cecília trabalha, desde o 1º ano do Ensino Médio, com uma série de estratégias que vão desmistificando uma suposta subjetividade da prova, o que faz com que nossos alunos saiam seguros do exame e confiantes em bons resultados.

Este ano, a prova de Redação do ENEM trouxe como tema "Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil", uma questão diretamente ligada à garantia de direitos fundamentais. Um universo de abordagem sempre presente na produção dos alunos, a exemplo da prova de segunda chamada aplicada este ano pela professora de Redação do 3º ano do Ensino Médio, Flávia Radeke, cujo tema foi “O desafio social de promover a formação cidadã no Brasil”, trazendo os mesmos aspectos de cidadania e o desafio social.

“Achei o tema muito pertinente, embora pouco debatido, porque é a partir do Registro Civil que o indivíduo passa a ser visto como um cidadão, como um ser social, que poderá usufruir de direitos básicos. Então, no momento em que uma parcela da população brasileira não tem a garantia dessa cidadania, ela está sendo privada de usufruir de direitos constitucionais, o que fere diretamente a Constituição”, avalia Flavia, ressaltando que os nossos alunos trabalharam intensamente Artigos Constitucionais, como o 1º, que trata da garantia da dignidade da pessoa humana, bem como o Artigo 6º, que aborda direitos básicos que só podem ser acessados por quem está legalmente registrado.

A invisibilidade de grupos que estão à margem da sociedade também foi amplamente debatida nas aulas de Redação, possibilitando outras estratégias argumentativas. “Sempre oriento os meus alunos a equilibrarem nessas temáticas estratégias que apontam para a responsabilização governamental, mas também social. O Registro Civil é gratuito desde 1997, então há uma falha em efetivar um direito garantido. E há responsabilidade social com relação à invisibilidade, a sociedade muitas vezes não exige a efetivação de direitos para uma parcela da população porque se habituou a essa realidade de exclusão, que passa a ser banalizada”, argumenta Flávia.

Atenta à importância da abordagem completa ao tema, Flávia chama a atenção para o trabalho feito com os alunos para que explorassem todas as palavras que compõem o recorte temático da Redação, seja ele duplo, seja triplo, como no caso da última prova do ENEM, que trouxe mais de um recorte. “O nível de dificuldade temática foi muito exercitado nas nossas aulas e o resultado é que nossos alunos estavam tranquilos e seguros e, agora, confiantes”, ressalta a professora.

 

Notícias Relacionadas

Acesse o livro e conheça nossos escritores.
Acesse a matéria aqui.
Semanalmente, os alunos do 4º ano do Ensino Fundamental têm aulas na Mathemoteca.